Página Inicial







Em Foco
Fevereiro de 2018

Portugal: Onde o passado encontra o futuro
Por: CARLOS REIS, jornalista



Testemunho com valor de civilização ou de cultura, o património material e imaterial deve ser objecto de especial protecção e valorização. Os bens culturais asseguram a transmissão de uma herança, cuja continuidade e enriquecimento une gerações.     Nas comunidades que forma, o Homem propende a criar um legado ou herança, que vai além do simples conjunto de bens económicos. Os bens culturais transcendem o efémero e configuram um património histórico-cultural, que resulta da atribuição aos objectos de um significado valorativo que lhes confere o estatuto de suporte de memória e de identidade. Estes bens culturais são transmitidos às gerações vindouras como factor de enriquecimento e coesão. Preservar e valorizar o património cultural é uma tarefa de longo prazo, exigente e multidisciplinar, mas é também uma missão congregadora, um desígnio permanente para as instituições e cidadãos. «A promoção da diversidade cultural, do diálogo intercultural e da coesão social chama a atenção...

Indique o seu nome de Utilizador e Palavra-chave para obter o texto completo.
Se já é assinante e deseja consultar os destaques on-line peça o Nome de Utilizador e Palavra Passe utilizando este formulário.





Comente esta informação

Imprimir   |   Enviar a um amigo



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados