Página Inicial







Em Foco
Setembro de 2018

Itália: Uma história feita de nomes
Por: Domenico Guarino, missionário comboniano



Um grupo de missionários combonianos e leigos missionários combonianos trabalham em rede com associações, organizações e movimentos num esforço para defender os direitos dos imigrantes e refugiados que chegam às costas da Itália. Desde Setembro de 2013, o porto de Palermo, na Sicília, tornou-se parte da linha de pontos de desembarque no Mediterrâneo, aonde chegam migrantes da África e de países de outros continentes. Após a sua chegada, estamos lá para dar estojos com roupas, sapato, um pacote de comida com uma sanduíche, maçã e uma garrafa de água. Não queremos simplesmente fornecer-lhes bens materiais, também tentamos recolher informações sobre como são tratados os migrantes que chegam, pois eles já estão sobrecarregados com experiências indescritíveis sofridas antes ou durante a viagem. Além disso, eles são totalmente ignorantes sobre o que esperar na Itália. Infelizmente, em muitas ocasiões, os corpos daqueles que morreram no mar também chegam com os sobreviventes. Desde o início,...

Indique o seu nome de Utilizador e Palavra-chave para obter o texto completo.
Se já é assinante e deseja consultar os destaques on-line peça o Nome de Utilizador e Palavra Passe utilizando este formulário.





Comente esta informação

Imprimir   |   Enviar a um amigo



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados