Página Inicial







Em Foco
Abril de 2017

Desminagem é acção humanitária
Por: CARLOS REIS, Jornalista



A desminagem salva vidas e protege os meios de subsistência em mais de 40 países. Apesar dos progressos alcançados, as minas terrestres e os engenhos explosivos não detonados continuam a matar ou ferir milhares de pessoas por ano.     Os esforços à escala mundial para a remoção de minas terrestres e engenhos explosivos não detonados devem receber uma renovada atenção internacional, já que estes artefactos comprometem os meios de subsistência das populações, o desenvolvimento económico e social dos países, e os esforços internacionais de consolidação da paz. Na última década, mais de 50 mil pessoas perderam membros ou vidas por causa destas armas. Eliminar perigos e libertar terrenos para a sua devolução às comunidades permitirá o acesso a infra-estruturas e serviços básicos e o assegurar do sustento próprio em segurança. A desminagem é relevante para os Objectivos de Desenvolvimento Sustentável das Nações Unidas 2015-2030. «É essencial prosseguir esforços para proteger as...

Indique o seu nome de Utilizador e Palavra-chave para obter o texto completo.
Se já é assinante e deseja consultar os destaques on-line peça o Nome de Utilizador e Palavra Passe utilizando este formulário.





Comente esta informação

Imprimir   |   Enviar a um amigo



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados