Página Inicial







Vaticano: Grande dor do Papa pelos mortos no Médio Oriente
16 de Maio de 2018

O Santo Padre expressou hoje, 16 de maio, a sua “grande dor pelos mortos e feridos no Médio Oriente:

 

“Expresso a minha grande dor pelos mortos e os feridos e estou próximo com a oração e o afeto a todos os que sofrem. Reitero que o uso da violência jamais leva à paz. Guerra chama guerra, violência chama violência. Convido todas as partes em causa e a comunidade internacional a renovar o empenho para que prevaleçam o diálogo, a justiça e a paz”, disse o Papa.

 

“Estou muito preocupado e triste com o aumento da tensão na Terra Santa e no Médio Oriente e com a espiral de violência que afasta sempre mais do caminho da paz, do diálogo e das negociações”, declarou o pontífice.

 

“Que Deus tenha piedade de nós”, concluiu o Papa o seu veemente apelo pela paz na Terra Santa, que sofreu uma escalada de violência após abertura da embaixada dos Estados Unidos em Jerusalém. Os protestos contra esta decisão que reconhece a Cidade Santa como capital de Israel provocaram mais de 60 mortos.



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados