Página Inicial







Nigéria: Mais de 100 mortos em ataques extremistas
28 de Julho de 2009

Mais de 100 pessoas foram mortas no norte da Nigéria durante dois dias de ataques levados a cabo por extremistas islâmicos. Edifícios governamentais foram os alvos principais.

 

Os extremistas se opõem ao estilo de ensino ocidental nas escolas da Nigéria e usaram armas e granadas durante raids em quatro estados maioritariamente muçulmanos: Bauchi, Yobe, Kano e Borno.

 

Há informações que dão conta de cadáveres empilhados diante de esquadras de polícia e de civis arrancados dos seus carros e mortos a tiro.

 

Alguns dos militantes revoltosos seriam seguidores do líder religioso Mohammed Yusuf, que faz campanha contra escolas que seguem o estilo ocidental. Para Yusuf, esse tipo de educação vai contra os ensinamentos islâmicos.

 

Este grupo religioso tem levantado suspeitas devido ao recrutamento de jovens e à crença de que a educação, cultura e ciência ocidentais são pecaminosas. De acordo com as informações, os últimos episódios de violência não ocorreram entre comunidades, envolveram jovens de grupos religiosos que se armaram e atacaram a polícia.

(RONNY MARINOTO)



© copyright Missionários Combonianos - Revista Além-Mar | Todos os direitos reservados